Replay #04 – The Sound of Silence

Música Publicado em 30/05/2016 por Jaapis
Sem Comentários

The Sound of Silence

Uma música tão antiga quanto a ditadura brasileira. Uma música antiga, que pode ser interpretada de forma tão atual. Uma música que mesmo após meio século depois, ganhou um cover excepcional. No post de hoje darei destaque a essa incrível música e fica aí para ouvir a versão do Disturbed para vocês.

Originalmente lançada pela dupla Simon & Garfunkel. A letra toda se encaixa muito bem com um filme distópico, cheio de censura entra a sociedade, controle governamental e repressão. Insira aqui o nome do filme, livro ou jogo que preferir.

Muitas interpretações podem ser feitas dessa mesma música. Ainda mais no cenário caótico em que o Brasil vive. Em meu post anterior eu comentei um pouco sobre a empatia e a violência com a música Sunday Bloody Sunday do U2. Poderíamos continuar nesse caminho com The Sound of Silence, mas vamos mudar um pouco o foco das coisas.

Comunicação interpessoal

O silêncio muitas vezes não é a pura e simples ausência de som ou ruído. O silêncio pode ser a omissão, optar por ignorar, a falta de comunicação.

A música toda passa a sensação de solidão. Temos pessoas que fingem se comunicar .

People talking without speaking
People hearing without listening

No fim, soltar palavras pela boca não significam que você conversou com alguém. Que ela te compreendeu. Que ela se importou. Comunicação é uma parte fundamental para qualquer ser humano e o ruído da vida corrida e estressante, as redes sociais, nossas preocupações de uma forma ou de outra se tornam uma desculpa para não nos conectarmos com as pessoas, com novas pessoas, com nossos amigos, com nossa família.

Parte disso acaba impulsionando em rotinas. Em formas confortáveis de viver, pagar as contas e sobreviver. E, no meio desse caminho, sonhos, inspirações e alegria também vão sendo silenciados.

People writing songs
That voices never share
And no one dare
Disturb the sound of silence

O que é algo incrível para você mas que não é compartilhado com outras pessoas, independente de se motivo, é um desperdício. Compartilhar experiências positivas, sonhos, vontades, pequenos detalhes do dia que te alegraram. São os verdadeiros motivos de alegria no nosso cotidiano. São nos detalhes do dia-a-dia que vive a verdeira alegria.

Não vamos silenciar nossos sonhos.

Sobre a versão original

A versão original de Simon & Garfunkel é de um estilo clássico com aquela pegada de rock dos anos 60 que todos nós conhecemos. A princípio parece bem leve, mas possui um sentimentalismo bem sutil em sua melodia.

Interpretação do Disturbed

O cover da banda Disturbed, mais conhecida por seu estilo musical mais pesado e com vocais rasgados, acabou fugindo de seus padrões nessa interpretação de The Sound of Silence. Um conjunto de orquestra com um vocal mais limpo, além dos efeitos de eco para aumentar a imersão com a letra foram fundamentais para que esse cover se tornasse uma das músicas mais populares da banda.

Seu vídeo oficial no Youtube passa da marca das 50 milhões de visualizações, sendo um marco impressionante para bandas de metal nos tempos atuais.

– – – – – – –

Replay é um quadro sobre música em que a Glízia e eu, o Japa, iremos alternadamente, uma vez por mês, sugerir alguma música e falar um pouco sobre ela! Deu uma bagunçada na ordem e na frequencia dos posts, mas logo damos um jeito!

Para comentários, sugestões e críticas, fiquem à vontade em nossos comentários! Muito obrigado pela sua atenção e até a próxima!

Postagens relacionadas:

Musica da vida
Devido saúde James Root se afasta de Slipknot
Com sabor de infância
Metallica lança trailer de seu filme
Replay #01 - Starway to Heaven

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Facebook