Recomenda | Lemony Snicket : Desventuras em Série

Cinema Publicado em 16/01/2017 por Glizia
Sem Comentários

Já aviso de antemão que por mais que esse post não contenha spoilers, não sugiro que você leia. Como o título da série já dá seu parecer, nós acompanhamos a história dos Orfãos Baudelaire em suas desventuras em série. Não leia. Você foi avisado.

Quando o filme Desventuras em Série foi lançado em 2004 eu nem sonhava em ler os livros. Eu adorava ver o Conde Olaf de Jim Carrey, e gostava muito de toda a ambientação do filme, mas não sabia nada sobre o livro. Ou melhor, os treze livros que compõem a série.

Assim que a série saiu na Netflix eu queria de toda forma assistir logo para ver se o Conde Olaf do Niel Patrick Harris tinha ficado à altura do outro Conde Olaf que conhecíamos. Mas não foi só nessa parte que a série acertou.

A adaptação da série de treze livros de Lemony Snicket ficou muito bem feita, mesmo sendo falado por uma pessoa que está com Mau Começo ao seu lado no momento que escreve esse post para criar vergonha na cara e começar a ler. A disposição dos episódios, dois para cada livro, ficou muito boa, e na medida certa.

Desde a atuação dos personagens até a ambientação, mesmo sem o cenário steampunk que tem no filme de 2004, tudo parece estar brilhante. Cada um dos atores mirins merecem tanto reconhecimento quanto os atores de Stranger Things. O Klaus no sétimo e oitavo episódios dessa série é algo para se aplaudir de pé.

Toda a ambientação, agora mais sombria e com menos cor, dando um foco ainda mais pelas roupas das crianças, foi algo incrível, e que fazia algum tempo que não encontrava em produções assim. Toda a série tem um tom em sépia, enquanto as crianças usam roupas e acessórios em cores vivas, dando destaque até mesmo em cenas mudas.

Todo o roteiro e produção da série ajudou bastante a compor a obra que encontramos no serviço de streaming. Cenas incríveis, como a primeira, onde somos apresentados aos personagens, foram muito bem construídas graças a tudo o que estava envolvido: dos atores até a pós-produção.

E os elogios não param por aí. Um grande problema comum em uma adaptação literárias para as telinhas ou telonas é simplesmente a adaptação do narrador, que, no caso de Desventuras em Série, é um dos personagens principais e cruciais para a história. Veja bem, no filme de 2004 toda a parte do narrador ficou por conta do próprio Conde Olaf, tornando-se um personagem macabro, mas engraçado. Não espere encontrar nada assim com esse novo Olaf.

Niel Patrick Harris conseguiu muito bem se transformar nesse novo personagem sem ser ofuscado por Jim Carrey. Cada Olaf, em cada adaptação, tem sua função de roteiro, e os dois conseguem fazer isso muito bem. Então, não espere um Conde Olaf mais irônico, como o de Carrey. Espere um personagem que é, literalmente e figurativamente, a cara de Harris.

A recomendação para assistir a série é muito forte. E se você assistir, não esqueça de comentar o que achou.

Desventuras em Série – Teaser – Netflix [HD] por filmow

PS: A grande dica é assistir TODAS as aberturas, mesmo que a Netflix pule, volte e assista e preste muita atenção nelas!

Postagens relacionadas:

Cinema Paradiso: o clássico que (quase) ninguém conhece
Life is a Cabaret, old chum!
O que fizeram com o Hércules no cinema?
Saiu o novo trailer do Hércules do "The Rock"!
Resumão da Semana #02

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Facebook