Procurando Dory

Cinema Publicado em 14/07/2016 por Jaapis
Sem Comentários

Procurando Dory

Procurando Nemo foi um sucesso em 2003. Após 13 anos – TREZE ANOS! – nós temos uma sequência. Wow! Mas este filme é aquilo que os fãs esperavam? Ele é um bom filme de forma independente de Procurando Nemo?

Introdução rápida

Procurando Dory é uma prequel e uma sequel, ao mesmo tempo! Isso quer dizer que o filme nos conta coisas de antes e depois de Procurando Nemo! Como todos nós sabemos, Dory é uma peixinha azul do mar que tem problemas de “perda de memória recente”.

Em Procurando Nemo, Dory é a companheira de Marlin em sua jornada em busca do filho, Nemo.

Em Procurando Dory, como o nome do filme sugere, é Dory quem desaparece. Dessa vez não se trata de um sequestro, mas uma busca das memórias perdidas de Dory e seus pais.

O filme tem o foco de linkar a trágica história da família de peixes palhaços com a da peixinha esquecida. Todo o background de Dory nos é mostrado e, claro, também não deixa de nos mostrar coisas novas, novos personagens e experiências. Tudo isso sem deixar de lado muitos personagens que conhecemos no primeiro filme.

 

Procurando Dory é a mesma história de Procurando Nemo?

Resposta curta: não.

Agora vamos desenvolver os por quês.

Em Procurando Nemo a trama toda se desenvolve com um pai traumatizado com a perda de toda sua família restando apenas um de seus filhotes. Este filhote, Nemo, ainda apresenta uma deficiência física o que torna Marlin um pai super protetor. Toda a parte bonita de Procurando Nemo é que ao longo do filme tanto Marlin e Nemo conseguem lidar com suas limitações e superá-las. Para encontrar Nemo, Marlin vive uma infinidade de experiências incríveis e, junto de Dory, percebe que a vida é feita de, exatamente, experiências. Enquanto Nemo aprende que sua deficiência física não é um ponto final, mas um desafio a mais que ele pode superar.

Em Procurando Dory, Dory começa a ter flashbacks de seu passado e algumas memórias começam a voltar, de forma um tanto quanto nebulosas. Essas memórias a guiam para o local em que ela viva na infância, querendo saber mais sobre quem ela era e, principalmente, quem eram, como eram e onde estariam os seus pais. Em um momento, Dory se separa de Marlin e Nemo e ponto. A maior semelhança entre Procurando Nemo está aí. Todo o resto da história se desenvolve nos mostrando uma série de outros animais que também sofreram, de alguma forma, algum tipo de problema. Seja uma doença, um trauma ou problema emocional. Procurando Dory, nos apresenta uma diversidade imensa, tanto de fauna, como de tipos diferentes de problemas que nós vivemos em nosso dia-a-dia e também nos mostram como não podemos perder a esperança ou nos acomodar com nossos problemas.

Ambos os filmes nos mostram histórias de deficiências e  superação. Seja ela física, como Nemo, ou mental, como Dory. Assim como muitos outros personagens.

Pontos fortes

Animações sempre são excelentes para abordar temas sérios de uma forma mais delicada e inocente. Procurando Dory escolhe o tema deficiência para abordar. Os personagens são os mais variados possíveis.

A aventura toda é cheia de bom humor e cheia de detalhezinhos que aumentam a dimensão de cada interação sem deixar a história pesada. Ainda sendo amigável para crianças e adultos.

Pontos fracos

Não há pontos fracos, ao menos para mim. Mas bom, se você não gosta de animações, este é um ponto negativo.

Considerações finais

Procurando Dory é um filme que entretém e que também é uma porta aberta para se conversar sobre como a deficiência é vista hoje na sociedade sem deixar de lado nossos peixinhos favoritos do cinema além de contar uma nova história emocionante.

Corra para o cinema mais próximo e ~continue a nadar, continue a nadar ♪

Postagens relacionadas:

Pilot 1x01 - A Apresentação xD
Destino: curta de 6 minutos de Disney e Dalí juntos!
Jane Fonda promove seu novo livro no Brasil
Recomenda | Zankyou no Terror
O que precisamos saber antes de ver Animais Fantásticos e Onde Habitam?

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Facebook